Originalmente escrito em
janeiro 7, 2020
Atualizado
fevereiro 5, 2020

Se estiver desenvolvendo um site para um cliente, pode fazer dele um gerente de tradução. Este cuida de tudo relacionado a tradução. Porém, você ainda pode limitar o acesso dele para que não altere partes cruciais do site.

Usar a função de gerente de tradução é importante por dois motivos: Primeiro, o site é do seu cliente, e ele conhece melhor o conteúdo. Ele também não quer depender de você para gerenciar as traduções.

E segundo, seus clientes não são programadores de WordPress. É boa prática restringir o acesso deles a partes cruciais da administração do site. Dessa forma, você cuida do sistema, e ele cuida do conteúdo.

Configuração de um gerente de tradução

É possível criar gerentes de tradução ao acessar pela primeira vez a página WPML → Translation Management. O assistente do Translation Management começará.

Definição de um gerente de tradução usando o assistente do Translation Management
Definição de um gerente de tradução usando o assistente do Translation Management

Selecione um usuário existente para ser gerente de tradução ou crie um para essa função.

Um gerente de tradução deve ser pelo menos um editor do WordPress.

Por outro lado, tradutores locais devem receber o nível mais inferior de acesso (assinantes). No entanto, o gerente de tradução cuidará disso.

Como usar o Translation Management

Terminou de configurar os gerentes de tradução? Agora eles podem cuidar de tudo relacionado a traduções: