Quando você habilita idiomas em diretórios, está dizendo ao WPML para organizar as traduções em diferentes diretórios virtuais. Por exemplo:

  • www.exemplo.com
  • www.exemplo.com/es/
  • www.exemplo.com/ja/

Para que funcione, o módulo de reescrita do Apache deve estar habilitado e o site precisa usar uma estrutura de permalinks diferenciada (qualquer uma que seja diferente da estrutura padrão de permalinks).

Uma vez feito isso, vá para WPML->Idiomas e selecione ‘Diferentes idiomas em diretórios‘.

Erros Comuns

Verifique que NÃO está cometendo nenhum dos seguintes erros.

1) Criando diretórios reais em seu site

Você não precisa criar diretórios em sua instalação WordPress nem instalar o WordPress várias vezes. Na verdade, se fizer isso, idiomas em diretórios não funcionará.

Esses diretórios são virtuais. Eles não existem como um caminho físico.

2) Redirecionando para outro diretórios

Da mesma forma que alguns criam diretórios reais, outros editam seus arquivos .htaccess e adicionam regras de reescrita. Você não deve fazer isso. O WPML cria suas próprias regras de reescrita dinamicamente.