O WPML inclui o plugin Translation Management, que permite que os administradores do site determinem quais usuários podem traduzir cada conteúdo.

O módulo Translation Management é parte do pacote Multilingual CMS.

Esta página explica como utilizar o Gerenciador de Traduções do WPML.

Para saber mais, leia sobre as funcionalidades do Gerenciador de Traduções.

Configurando tradutores

Um tradutor, no WPML, é um usuário WordPress a quem você atribui privilégios de tradução. Tradutores podem ter qualquer tipo de conta no WordPress, até mesmo de assinante. Durante a tradução, eles irão usar o editor de traduções do WPML, em vez de editar manualmente os posts ou páginas.

Para tornar usuários WordPress tradutores, vá para:

WPML->Gerenciamento de Traduções->Tradutores.

Guia de configurações de tradutores
Configurando tradutores

Escolha o par de idiomas para tradução e o usuário.

Para usar seus próprios tradutores, clique na opção “local” e selecione o usuário do WordPress. Você também pode encontrar tradutores profissionais pré-qualificados se ativar um serviço de tradução como o ICanLocalize.

Adicionando tradutores locais
Adicionando tradutores locais

Nota: depois de já ter escolhido um usuário WordPress como tradutor, para adicionar outro par de idiomas, clique no link “editar idiomas” daquele tradutor na lista de tradutores nessa página.

Adicionando pares de idioma de tradutores
Adicionando pares de idioma de tradutores

Selecionando tipos de conteúdo para tradução

Se está usando somente posts e páginas, sem nenhum campo personalizado, você pode pular esta seção.

Para selecionar tipos e campos personalizados para tradução, acesse:

WPML->Gerenciamento de Traduções->Configuração de Conteúdo Multilíngue.

Você verá uma seção para campos personalizados, tipos personalizados e taxonomia. Marque os itens que precisam de tradução.

Configuração de conteúdos multilíngues

Configuração de conteúdos multilíngues

Para tipos personalizados, você pode escolher:

  • Não traduzir
  • Sincronizar – copiar do original para as traduções
  • Traduzir

Para tipos personalizados e taxonomia, você pode escolher torná-los traduzíveis ou manter todos eles no idioma padrão.

Enviando conteúdos para tradução

Agora que você transformou usuários WordPress em tradutores e configurou o que traduzir, pode começar a enviar conteúdos para tradução.

Vá para WPML->Gerenciamento de Traduções->Painel de Tradução.

Painel de Tradução
Painel de Tradução

O Painel de Tradução permite que você filtre os conteúdos de acordo com o status de tradução. Daí, você poderá selecionar o que traduzir e o idioma para o qual deverá ser traduzido.

Quando você clica em Enviar para a cesta de tradução, o que você selecionou é adicionado à sua guia da cesta de tradução. De lá, você pode enviar os itens para tradução.

Cesta de tradução
Cesta de tradução

Se você tiver ativado a tradução profissional através de um serviço de tradução, o conteúdo é enviado para fora do site a fim de ser traduzido. Se você selecionar local, seus tradutores receberão e-mails de notificação e traduzirão no WordPress, usando o editor de traduções do WPML.

Em ambos os casos, você verá o status dos documentos serem atualizados de “não traduzido” para “tradução em andamento”. Daí, quando as traduções forem concluídas, o status também será atualizado concordemente.

Fila de trabalhos para tradutores

Quando Admins enviam conteúdos para tradução, seus tradutores recebem e-mails de notificação.

Os tradutores não veem o Painel de Tradução. Em vez disso, cada tradutor tem uma fila de trabalhos enviados pelo administrador do site.

Os tradutores vão para WPML->Traduções para ver a fila de trabalhos pendentes.

Fila de trabalhos de tradução

Traduzindo usando o editor de traduções do WPML

Quando tradutores clicam em ‘editar’, em sua fila de trabalhos pendentes, eles acessam o Editor de Traduções do WPML. No editor, eles veem o original e a tradução, lado a lado.

Aqui está o post Olá Mundo, no Editor de Traduções.

Usando o Editor de Traduções

Um post inclui um título, corpo, tags e categorias. O Editor de Traduções mostra cada um desses elementos em diferentes campos. Você pode ver o original e a tradução, e copiar entre eles.

Assim como o editor padrão do WordPress, o Editor de Traduções inclui modo de edição HTML e Visual.

Quando um campo estiver completo, clique na caixa de seleção tradução completa para ir para o próximo campo.

Traduzindo termos de taxonomia

Como mencionado acima, quando um tipo de post é enviado para tradução, o WPML enviará junto todos os termos de taxonomia associados a um tipo de post específico. Os tradutores poderão ver e traduzir esses diretamente do editor de traduções.

Retraduzir termos de taxonomia já traduzidos talvez não seja bom, além de poder causar um problema às associações de tipo de post e termos, especialmente quando mais documentos estão ligados a um termo de taxonomia específico. Por isso, os administradores podem bloquear a tradução de termos de taxonomia que já foram traduzidos. Essa configuração está localizada em Translation Management > Configuração de Conteúdo Multilíngue > Como traduzir posts e páginas

Bloquear tradução de termo de taxonomia já traduzido
Bloquear tradução de termo de taxonomia já traduzido

Quando você ativa esta configuração, no editor de traduções seus tradutores verão uma mensagem impedindo que editem termos de taxonomia traduzidos.

Alguns termos nesta taxonomia já foram traduzidos.
Mensagem do editor de traduções

Quando os administradores editam o original

Se forem feitas alterações em um documento original que já tinha sido traduzido, seus tradutores poderão ver o que foi editado usando o link “Mostrar Alterações” abaixo do editor de conteúdo de post.

Mostrar alterações no documento original
Mostrar alterações no documento original